«

»

Dec 12 2015

OBSERVATÓRIO DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE E INOVAÇÃO PEDAGÓGICA: ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE CONTRIBUIÇÕES DO PIBID

O Observatório Desenvolvimento Profissional Docente e Inovação Pedagógica, iniciativa apoiada pelo Programa Observatório da Educação ?OBEDUC/CAPES (Edital nº 049/2012), desenvolve investigação em rede intitulada ?Desenvolvimento Profissional Docente e Inovação Pedagógica: estudo exploratório sobre contribuições do PIBID?. Articula estudos de grupos de pesquisa de três Programas de Pós-Graduação em Educação situados nas regiões Nordeste (na UECE-CE, o EDUCAS) e Sudeste (na UFOP-MG, o FOPROFI; e, na UNIFESP/SP, o GEPEPINFOR) do Brasil. Cada instituição constitui um Núcleo, com sede na UECE/PPGE. O Núcleo UECE é formado por professores, doutorandos, mestrandos, graduandos e professores da Educação Básica. O desenho dessa investigação condensa indagações sobre como os professores se desenvolvem, assumindo como foco a contribuição do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) para o desenvolvimento profissional de professores da Educação Básica que participam do programa desde 2007 como coformadores, vivenciando também processo continuado de formação e desenvolvimento centrado na escola. Questiona-se sobre a formação vivenciada e sua contribuição para o desenvolvimento profissional desses docentes, em particular para a melhoria e inovação das práticas de ensino. São objetivos da proposta: a) Identificar aspectos da experiência formativa do PIBID aos quais possam ser atribuídos contribuições para fomentar uma profissionalidade docente superadora da racionalidade técnica e que posicione os professores da Educação Básica como sujeitos produtores de saberes sobre sua profissão; b) Favorecer a pesquisa em rede sobre desenvolvimento profissional docente, consolidando grupos de pesquisa nessa área vinculados a Programas de Pós-Graduação em Educação no eixo Nordeste e Sudeste; c) Organizar dados educacionais regionais no âmbito do eixo Nordeste e Sudeste, produzidos pelo INEP, como subsídio ao aprofundamento de estudos sobre o perfil das escolas e dos professores que compõe o PIBID, assim como para fomentar novos estudos. Trata-se de investigação qualitativa empírica exploratória sobre a experiência de formação continuada e de desenvolvimento profissional de professores coformadores do PIBID. Docentes da Educação Básica que atuam no PIBID em São Paulo (São Paulo, Guarulhos e Diadema), Ceará (Fortaleza, Limoeiro do Norte, Crateús, Tauá e Crato) e Minas Gerais (Itabirito, Ouro Preto, Mariana, Acaiaca e Diogo Vasconcelos). Prevê-se o uso de procedimentos de coleta de dados diversificados: questionário eletrônico, análise documental e entrevista.